AIoT Brasil BRASIL INTELIGÊNCIA ARTIFICIALE INTERNET DAS COISAS BRASIL

Fechar
A A

Tamanho fonte

Por redação AIoT Brasil

A plataforma de aprendizagem Pontue, de Ribeirão Preto (SP), anunciou a captação de R$ 500 mil em sua primeira rodada de investimentos, com aportes da WE Impact, da Eleva Educação e da WIM Angels. Com esses recursos, a startup pretende manter ou aumentar o ritmo de expansão registrado no ano passado, quando cresceu mais de 320%, e investir principalmente em marketing, vendas e tecnologia.

A Pontue foi fundada em 2017 pela professora Cris Miura, a atual CEO, e pela bacharel em direito Livia Toledo e mantém parceria com 201 escolas públicas e privadas, relacionando-se com 35 mil alunos e mais de 1.700 mil educadores. Atua como uma plataforma SaaS, ou software como um serviço, e ajuda os professores a montar aulas online, acessadas pelos estudantes por meio do celular ou do notebook. Também utiliza ferramentas de inteligência artificial para a correção de redações e identificação de discrepância em notas, além da tecnologia screencast, que grava em vídeo o que está na tela do computador.

Cris Miura disse que os aportes serão usados também para alavancar o canal de inbound marketing e para aumentar a capacidade de atendimento, com o objetivo de crescer 360% em relação ao resultado do ano passado. “As instituições de ensino estão buscando tecnologias que permitam potencializar a jornada do professor e do aluno, descomplicando processos e utilizando dados de maneira inteligente. É nossa responsabilidade contribuir com as escolas nesse desafio”, disse a CEO da Pontue.

Os três investidores têm como característica comum o apoio e o incentivo ao empreendedorismo feminino. A WE Impact, por exemplo, é a primeira venture builder dedicada a mulheres líderes de startups e, além do investimento financeiro, oferece uma rede de conexões que inclui a Microsoft e grupos como Flex, Multilaser, Sabin e Porto Seguro.

“Em termos de produto, trabalharemos o aperfeiçoamento da IA utilizada e da experiência do cliente. Já na operação, o foco será na otimização de processos de back office e na adoção de estratégias de crescimento acelerado”, explicou Lícia Souza, CEO da WE Impact, que já investiu mais de R$ 1,5 milhão no empreendedorismo feminino tecnológico desde a sua fundação, em 2019.

Para a WIM Angels, o investimento na Pontue marca a estreia da rede, fundada por 13 investidoras de Curitiba (PR) com o propósito de incluir mais mulheres em negócios de base tecnológica e inovação. O aporte foi realizado por meio de parceria com a WE Impact. “Queremos ajudar a startup a expandir sua atuação para a Região Sul, especialmente para Curitiba, onde temos uma ampla rede de contatos que poderá ser estratégica para impulsionar o negócio”, disse Marcia Beatriz Cavalcante, presidente da WIM Angels.

O terceiro investidor, a Eleva Educação, fez o aporte por meio do Pátio, seu braço de produtos inovadores e tecnológicos. Segundo Cris Miura, o grupo atende 120 mil alunos, distribuídos em 175 unidades, em 16 estados. “Essa parceria permitirá a ampliação do nosso acesso às escolas de educação básica. Além disso, há uma sinergia muito alta no que diz respeito à nossa visão sobre como a educação pode transformar a vida dos jovens brasileiros”, disse a CEO da Pontue.

Mais populares

02/06/2022

Inteligência artificial detecta fake news na internet

Leia mais
13/01/2021

Testamos os recursos tecnológicos do VW Nivus

Leia mais
20/01/2022

Os principais ataques cibernéticos no Brasil em 2021

Leia mais
23/06/2022

FEA/USP promove conferência de ciência e negócios

Leia mais
27/08/2021

Automação doméstica deve crescer 30% no Brasil

Leia mais
break

Notícias Relacionadas