AIoT Brasil BRASIL INTELIGÊNCIA ARTIFICIALE INTERNET DAS COISAS BRASIL

Fechar
A A

Tamanho fonte

*Foto: A ZF atua em 42 países e registrou receita de 32,6 bilhões de euros em 2020/Divulgação ZF

Por redação AIoT Brasil

Com a afirmação de que se trata do “supercomputador automotivo mais flexível, escalável e poderoso do mundo”, a empresa de origem alemã ZF Friedrichshafen AG acaba de apresentar a próxima geração do ZF ProAI, que incorpora inteligência artificial em uma plataforma Nvidia, radar e sensores ultrassônicos e deverá entrar em produção em série até 2024. O anúncio foi feito durante a feira automotiva Auto Shanghai 2021, realizada na China entre 21 e 28 de abril.

De acordo com a fabricante, o novo ZF ProAI é menor e mais econômico do que a versão anterior “e mais poderoso do que nunca”, depois de várias atualizações que melhoraram o desempenho computacional em até 66%. A ZF afirma ainda que o consumo de energia foi reduzido em até 70% e os recursos de IA foram otimizados para processos de aprendizagem profunda.

A placa do ZF ProAI fornece recursos de segurança avançados e uma unidade de processamento gráfico (GPU) que orienta todos os dados dos sensores, câmeras e padrões de áudio. Com isso, a plataforma “entende” em tempo real o que está acontecendo ao redor do veículo. Segundo a ZF, o computador de bordo pode ser usado por qualquer tipo de veículo e para todos os níveis de condução automatizada ou autônoma.

A configuração modular do computador permite o uso de Socs (System-on-Chip) de diferentes fabricantes, para obter a solução preferida de cada cliente, e pode igualmente ser utilizado o software da própria ZF ou de outros desenvolvedores ou fornecedores terceirizados. Uma placa de alto desempenho oferece flexibilidade para atingir capacidade de computação de 20 a 1.000 teraOPS, o que equivale a 1 quatrilhão de operações de computação por segundo, segundo a ZF.

Na feira chinesa, a empresa também anunciou o desenvolvimento de um sistema pioneiro de estacionamento automatizado que dispensa o motorista e utiliza um conjunto de sensores para acomodar o veículo na vaga, mesmo em garagens sem uma infraestrutura pré-mapeada. “Todo o sistema foi desenvolvido na China e terá sua estreia em uma montadora chinesa no final de 2022”, disse Renee Wang, presidente da ZF China. “Acreditamos que este sistema de estacionamento automatizado será uma solução econômica para muitas montadoras globais”, acrescentou.

O novo ZF ProAI, menor e mais poderoso /Divulgação ZF Friedrichshafen

Mais populares

02/06/2022

Inteligência artificial detecta fake news na internet

Leia mais
27/08/2021

Automação doméstica deve crescer 30% no Brasil

Leia mais
13/01/2021

Testamos os recursos tecnológicos do VW Nivus

Leia mais
28/06/2022

Que tal pagar o cafezinho com criptomoeda?

Leia mais
27/06/2022

Como os brasileiros veem as tecnologias wearable

Leia mais
break

Notícias Relacionadas