AIoT Brasil BRASIL INTELIGÊNCIA ARTIFICIALE INTERNET DAS COISAS

Fechar
A A

Tamanho fonte

Por redação AIoT Brasil

Uma dose maior de inteligência artificial vai deixar ainda mais divertido o FIFA 21, a nova versão do game de futebol mais popular do mundo, cujo lançamento está previsto para 9 de outubro, para PC, Xbox One e PS4, além de uma versão para Nintendo Switch. Para aumentar a ansiedade dos fãs, a desenvolvedora EA Sports lançou em 4 de agosto outro trailer do jogo, com várias novidades, entre as quais a possibilidade de maior controle de bola, mais oportunidades de gols e posição mais inteligente do jogador, que poderá até mesmo segurar a corrida para fugir do impedimento.

Com isso, o game ficará mais realista e permitirá o uso frequente da criatividade nas jogadas de armação e ataque e recursos de defesa inéditos até então, como o bloqueio rápido da bola e o deslocamento do adversário com o corpo. Um resumo das novidades está no trailer mais recente (veja abaixo) . Em outro vídeo da EA Sports, o FIFA 21 é apresentado por jovens craques como o francês Mbappé, do PSG; o norueguês Håland, do Borussia Dortmund; o português João Félix, do Atlético de Madrid, e o jamaicano Sterling, do Manchester City.

Esses jogadores mostram que na nova versão do game será possível fazer até o drible da vaca, assim como deslocar-se sem a bola, melhorar o posicionamento em campo, ter mais controle nas jogadas homem a homem, dar passes em profundidades e aperfeiçoar os fundamentos do jogo. Em nome do politicamente correto, a EA Sports anunciou a retirada de duas comemorações polêmicas conhecidas como “Shhh”, que manda a torcida adversária se calar, e “A-OK”, apontada como racista.

Haverá mudanças também no tempo de algumas cenas do jogo, para evitar que as partidas fiquem longas demais. Por exemplo, serão 10 segundos para o pontapé inicial, 12 segundos para o lateral, 20 segundos para a cobrança de faltas e 15 segundos para escanteio, tiro de meta e pênalti.

Mais do que apenas entretenimento, o FIFA se tornou coisa séria, com transmissão de jogos pela TV e players profissionais que atingem status de ídolos e fazem contratos lucrativos. Entre os brasileiros, destacam-se Wendell Lira, que jogou (de verdade) no Goiás e na seleção sub-20; Rafifa, contratado pelo PSG; Flávio “Fifilza”, do Wolverhampton; Paulo Neto, do Atlanta United; Gabrielpn, da R10, e Pedro Resende, da Ellevens, entre vários outros.

Mais populares

08/06/2021

99 usa IA para dar mais segurança às passageiras

Leia mais
10/06/2021

Duran Duran lança clipe feito por inteligência artificial

Leia mais
09/06/2021

Coreia do Sul recorre à IA para monitorar pesca ilegal

Leia mais
04/06/2021

Conheça o algoritmo da desinformação

Leia mais
30/10/2020

Alexa, abra La Casa de Papel, na Netflix...

Leia mais
break

Notícias Relacionadas