AIoT Brasil BRASIL INTELIGÊNCIA ARTIFICIALE INTERNET DAS COISAS BRASIL

Fechar
A A

Tamanho fonte

Por redação AIoT Brasil

Previstas para se encerrarem em 11 de fevereiro, as inscrições para o Desafio Engie – Vamos Além da Energia foram prorrogadas até o dia 26, o que dá mais uma oportunidade a startups e empresas de base tecnológica para se candidatarem a um financiamento entre R$ 250 mil e R$ 400 mil. Promovida pela Engie em parceria com o Senai, a iniciativa pretende aplicar R$ 2 milhões em até oito startups brasileiras capazes de desenvolver soluções de impacto ambiental no setor energético.

Para se candidatarem, as startups devem apresentar soluções relacionadas a aspectos como excelência operacional, controle de perdas em seguros, carreira e sucessão, análise de estabilidade para segurança de barragens e mitigação do impacto ambiental, sempre com ênfase no setor de energia. Os projetos devem ter duração máxima de dois anos.

A Engie atua nas áreas de geração, comercialização e transmissão de energia elétrica, transporte de gás e soluções energéticas. Segundo Raphael Barreau, diretor de estratégia, desenvolvimento de negócios e inovação da empresa, a ação foi criada para promover a inovação e estimular o empreendedorismo na área de tecnologia. “O desafio está alinhado com o propósito de agir para acelerar a transição para uma sociedade neutra em carbono, por meio do consumo reduzido de energia e soluções mais sustentáveis”, explicou.

Barreau também se referiu aos projetos selecionados na edição anterior do desafio: “Eles nos trouxeram benefícios que vão muito além dos produtos desenvolvidos. A experiência de ter nossa empresa trabalhando com startups criou um ambiente colaborativo e de inovação”. Uma das soluções apresentadas no último desafio, batizada de Desagregador Virtual, foi desenvolvida pela startup catarinense Shift One Inteligência Artificial e promete reduzir até 40% o consumo de energia elétrica em empresas.

Trata-se de uma API, ou interface de programação de aplicações, que utiliza redes neurais para identificar os equipamentos que estão gastando mais energia elétrica do que deveriam. De acordo com a Shift One, com a API é possível construir um software de desagregação de energia sob medida para cada empresa e monitorar o consumo de cada aparelho apenas com base no gasto total, sem a necessidade de um medidor para cada equipamento em uso.

As startups interessadas em participar do Desafio Engie – Vamos Além da Energia podem encontrar mais informações e saber como se inscrever na página oficial da iniciativa. A segunda etapa da seleção deve ocorrer em março, com a divulgação do resultado em abril.

Mais populares

02/06/2022

Inteligência artificial detecta fake news na internet

Leia mais
27/08/2021

Automação doméstica deve crescer 30% no Brasil

Leia mais
13/01/2021

Testamos os recursos tecnológicos do VW Nivus

Leia mais
28/06/2022

Que tal pagar o cafezinho com criptomoeda?

Leia mais
27/06/2022

Como os brasileiros veem as tecnologias wearable

Leia mais
break

Notícias Relacionadas