AIoT Brasil BRASIL INTELIGÊNCIA ARTIFICIALE INTERNET DAS COISAS BRASIL

Fechar
A A

Tamanho fonte

Por redação AIoT Brasil

A OpenAI, uma instituição de pesquisa de inteligência artificial sem fins lucrativos, deu um passo à frente na área de design gráfico e desenvolveu uma ferramenta capaz de criar imagens com alto grau de realismo a partir de uma descrição em linguagem natural, por meio de textos. Chamada de DALL.E2, a IA foi baseada em uma versão invertida do Clip, um sistema computacional que analisa imagens e resume seu conteúdo, a fim de representar conceitos visuais.

De acordo com a descrição da OpenAI, “o DALL.E2 aprendeu a relação entre as imagens e o texto usado para descrevê-las e usa um processo chamado ‘difusão’, que começa com um padrão de pontos aleatórios e gradualmente altera esse padrão para uma imagem quando reconhece aspectos específicos dessa imagem”. Entre os vários recursos que oferece, a ferramenta consegue criar representações dos mais diversos temas, desde ursinhos de pelúcia até variações de obras de arte famosas, como o quadro “Moça com brinco de pérola”, de Johannes Vermeer, que é mostrado como exemplo no site da OpenAI.

O DALL.E2 também pode fazer edições de imagens existentes a partir de um texto e adicionar e remover elementos, considerando sombras, reflexos e texturas. Grande parte dessas atualizações de IA foi feita nos últimos meses, como aperfeiçoamento do DALL.E1, lançado em janeiro de 2021. “Um ano depois, nosso mais novo sistema gera imagens mais realistas e precisas, com resolução quatro vezes maior”, informou a OpenAI.

Preocupada com a possibilidade de utilização indevida do DALL-E 2, a instituição explicou que foram desenvolvidos mecanismos de defesa contra manipulação de imagens e a desinformação. Um dos sistemas de proteção é a colocação de uma marca d’água para deixar claro que a imagem não é real e foi criada por uma inteligência artificial.

Além disso, a OpenAI explicou que, ainda na etapa de aprendizado de máquina, foi retirado todo o conteúdo relacionado a manifestações de violência, ódio e preconceito. “Ao remover informações explícitas dos dados de treinamento, minimizamos a exposição do DALL.E 2 a esses conceitos. Também usamos técnicas avançadas para evitar que a IA seja utilizada para gerar imagens de rostos de indivíduos reais, incluindo os de figuras públicas”, disse a instituição.

Por enquanto o programa não está disponível para o público. Segundo a OpenAI, trata-se de um projeto de pesquisa que pode ser acessado apenas por entidades autorizadas: “Como parte do nosso esforço para desenvolver e implantar a IA de forma responsável, estamos estudando as limitações e capacidades do DALL.E com um grupo seleto de usuários e já desenvolvemos mitigações de segurança”.

Variação do quadro “Moça com brinco de pérola”, de Vermeer, criada pelo DALL-E2

Imagem criada pelo DALL-E2

Mais populares

02/06/2022

Inteligência artificial detecta fake news na internet

Leia mais
27/08/2021

Automação doméstica deve crescer 30% no Brasil

Leia mais
13/01/2021

Testamos os recursos tecnológicos do VW Nivus

Leia mais
28/06/2022

Que tal pagar o cafezinho com criptomoeda?

Leia mais
27/06/2022

Como os brasileiros veem as tecnologias wearable

Leia mais
break

Notícias Relacionadas