AIoT Brasil BRASIL INTELIGÊNCIA ARTIFICIALE INTERNET DAS COISAS BRASIL

Fechar
A A

Tamanho fonte

Por redação AIoT Brasil

A consciência humana pode ser preservada em uma máquina mesmo após a morte? Essa pergunta intrigante será o tema principal do evento que a empresa de tecnologia de gestão da saúde MV promoverá no dia 25 de novembro, a partir das 18 horas, com a participação do professor e pesquisador Alexandre Gazziro, doutor em física computacional pela USP e especialista em redes e sistemas distribuídos, cibernética e neurociências.

A questão não é nova, mas nos últimos anos vem sendo discutida com frequência por neurocientistas e especialistas em computação, principalmente como consequência dos avanços obtidos no desenvolvimento da inteligência artificial, mas ainda não há uma posição de consenso. Trata-se, sobretudo, de definir os limites dos recursos de IA na absorção de toda a complexidade ainda não explorada do cérebro humano.

A live faz parte da série “E se…”, uma conversa ao vivo produzida pela MV a respeito de temas que envolvem inovação tecnológica e seu impacto no setor da saúde. A podsérie tem seis episódios e está disponível nas plataformas de streaming de áudio, com a intenção de estimular a discussão do potencial da inteligência artificial, como explicou Luis Barros, gerente de marketing e comunicação da empresa: “São reflexões muito importantes e inovadoras que estamos propondo, mas que podem ser apresentadas de uma maneira simples e prática”.

A proposta de Alexandre Gazziro é abordar o que costuma ser chamado de transferência mental, upload da mente ou ainda transplante da consciência humana para o computador e, até agora, mantém-se no campo da ficção científica. Os cientistas não chegaram a uma conclusão definitiva, mas há quem leve a questão a sério, como a startup Nectome, que explora a “tecnologia da memória” e há dois anos recebeu mais de 1 milhão de dólares do governo dos Estados Unidos e da aceleradora Y Combinator para avançar em suas pesquisas na área.

Porém, entre a corrente majoritária de especialistas prevalece a ideia de que a tecnologia ainda demorará muito tempo para chegar a esse ponto, e talvez nunca chegue. A live do dia 25 pode ser assistida no perfil da MV no Instagram.

Mais populares

02/06/2022

Inteligência artificial detecta fake news na internet

Leia mais
13/01/2021

Testamos os recursos tecnológicos do VW Nivus

Leia mais
20/01/2022

Os principais ataques cibernéticos no Brasil em 2021

Leia mais
23/06/2022

FEA/USP promove conferência de ciência e negócios

Leia mais
27/08/2021

Automação doméstica deve crescer 30% no Brasil

Leia mais
break

Notícias Relacionadas