AIoT Brasil BRASIL INTELIGÊNCIA ARTIFICIALE INTERNET DAS COISAS BRASIL

Fechar
A A

Tamanho fonte

Por redação AIoT Brasil

De alguma maneira, todas utilizam tecnologias como inteligência artificial em seus processos: esse é o ponto em comum entre as dez empresas selecionadas para o SP Global – Programa de Aceleração para Internacionalização de Startups Paulistas, realizado pela InvestSP em conjunto com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo. Criado para apoiar empresas nascentes nos setores de educação, varejo, agronegócio, alimentação e financeiro, o programa está estruturado em três fases – capacitação, imersão e scaling-out –, que permitirão o acesso a mercados europeus.

São as seguintes as startups que participarão da primeira edição do SP Global:
. Adroit Robotics, da área de agricultura de precisão;
. ChatClass, de educação à distância;
. Contbank, de serviços financeiros digitais;
. Eat’s For You, de entrega de refeições;
. Ludos Pro, de aprendizagem gamificada;
. Mobiler, de mobilidade;
. Onii, uma solução de lojas autônomas para condomínios, empresas e hotéis;
. Pricefy, de estratégias automatizadas de pricing para o varejo;
. Talent Academy, de desenvolvimento pessoal, e
. Unike Technologies, de soluções biométricas de acesso e autenticação.

Mais de 100 empresas se inscreveram no processo de seleção, e o programa pretende assegurar que as dez selecionadas tenham acesso a mercados internacionais apontados como prioritários, com destaque para Alemanha, França, Reino Unido, Portugal e Espanha. Gustavo Diniz Junqueira, presidente da InvestSP, afirmou: “O estado de São Paulo é o principal hub de inovação do país, tanto que a maior parte dos unicórnios do Brasil nasceu aqui, e o apoio da InvestSP deve ser decisivo para que as startups tenham crescimento internacional”.

Luiz Filipe Olivan, responsável pela expansão internacional da Adroit Robotics, uma das startups escolhidas, disse que essa foi uma grande conquista: “Ter o apoio e o reconhecimento do governo do estado e da InvestSP para exportar para outros países os resultados de uma tecnologia brasileira nos deixa muito felizes. Somado a isso, ter acesso a um programa de capacitação direcionada, com mentoria e abertura de mercado, certamente facilitará nossa expansão de forma mais assertiva”.

Para a Adroit, a atuação internacional já fazia parte dos seus planos, na medida em que uma das soluções que utiliza, a tecnologia Leafsense, pode ser aplicada no cultivo de cítricos na Europa. Em 2019, diretores da startup visitaram um produtor na região espanhola de Sevilha e constataram que, apesar das técnicas e condições de plantio apresentarem características distintas, as informações coletadas pela Leafsense se aplicam ao continente: “Podemos ajudar em decisões que envolvem ponto de colheita, calibre e maturação dos frutos e proporcionar ganhos de produtividade naqueles pomares”, disse Olivan.

Agtech Adroit Robotics utiliza IA na agricultura de precisão/Divulgação

Mais populares

02/06/2022

Inteligência artificial detecta fake news na internet

Leia mais
27/08/2021

Automação doméstica deve crescer 30% no Brasil

Leia mais
13/01/2021

Testamos os recursos tecnológicos do VW Nivus

Leia mais
28/06/2022

Que tal pagar o cafezinho com criptomoeda?

Leia mais
27/06/2022

Como os brasileiros veem as tecnologias wearable

Leia mais
break

Notícias Relacionadas