AIoT Brasil BRASIL INTELIGÊNCIA ARTIFICIALE INTERNET DAS COISAS BRASIL

Fechar
A A

Tamanho fonte

Por redação AIoT Brasil 

No passado, quando se pensava em inteligência artificial, automaticamente associávamos o termo a ficção científica. Era coisa de filme, né? Uma realidade distante, quase que inalcançável. Mas com o passar do tempo a tecnologia evoluiu (e muito!) e a IA se tornou uma realidade. Esses avanços tecnológicos dominaram o mundo e já fazem parte do seu dia a dia, mais até do que você imagina.

Abaixo, listamos 5 tópicos para você saber tudo sobre esse ramo tão complexo e poderoso:

1. O que é inteligência artificial?
A Inteligência Artificial faz parte das “Ciências da Computação” capaz de tornar máquinas inteligentes. É uma tecnologia que busca que um robô tenha a habilidade de pensar e agir como seres humanos. Ela tem o objetivo de facilitar atividades do dia a dia e modernizar e acelerar os nossos processos. Ou seja, é como um “cérebro artificial”, só que muito avançado e eficiente!


2. Como surgiu?

Não se sabe ao certo quando essa ideia surgiu, afinal na antiguidade seres artificiais e homens mecânicos já apareciam em mitos gregos e romanos, despertando o medo nas pessoas, e até mesmo filósofos já discutiam há muito tempo  a mecanização do pensamento.

Em 1950, o “pai da computação” Alan Turing, publicou um artigo chamado Computing Machinery and Intelligence (Computadores e Inteligência) e foi responsável pela elaboração de um teste para analisar a capacidade que uma máquina podia ter de assumir comportamentos inteligentes equivalentes ao de um ser humano, o Teste Turing.

No entanto, o termo “inteligência artificial”, apareceu apenas em 1956, criado pelo pesquisador John McCarthy, para diferenciar o campo de pesquisas cibernéticas de outros existentes. Mas atingiu a cultura pop apenas em 2001 com o lançamento do filme “A.I Inteligência Artificial”, dirigido por Steven Spielberg.


3. Quais os tipos de IA?

Existem diferentes tipos de IA: fortes e fracas, com altos e baixos poderes de decisão e resolução de problemas. Algumas IAs utilizam aprendizagem de máquina, por exemplo, enquanto outras usam redes neurais.

Na aprendizagem de máquina, um dos principais braços da IA, é possível analisar dados e aprender com eles.  Esse processo pode envolver a participação ativa dos seres humanos para mostrar o caminho para os sistemas ou não.

Já nas redes neurais, elas transmitem informações inspiradas em como os neurônios se comunicam, com algoritmos treinados dispostos em uma rede com diversas camadas, que modificam a importância atribuída aos dados à medida que eles passam por  uma dessas camadas, para gerar assim, os melhores resultados possíveis e de forma rápida. Em casos nos quais são feitas análises em tempo real, ajuda muito poder contar com toda essa agilidade.

 

4. A IA supera humanos?

Algumas pessoas acreditam que a IA está dando seus primeiros passos e tem um longo caminho pela frente, enquanto outras garantem que falta pouco tempo para que ela supere os seres humanos.

Não há previsões de quando isso vai acontecer, mas já existem máquinas que são melhores do que nós em determinadas tarefas. Por exemplo, para fazer diagnósticos e classificações de tumores cancerígenos com maior precisão. Quando esse tipo de procedimento é feito manualmente, ele fica associado a uma incerteza substancial, mas com o auxílio da inteligência artificial (IA) os médicos podem aumentar a precisão dos diagnósticos e ainda classificar os tumores de acordo com características morfológicas e moleculares.

 

5. Ela está presente no seu dia a dia!

Em praticamente qualquer coisa que se faça hoje em dia, há participação de Inteligência Artificial. Alguns exemplos que já fazem parte da nossa rotina:

• Os Assistentes virtuais como a Alexa, Siri e o GoogleAssistente são bons exemplos de IA. Eles usam um algoritmo capaz de dar, com rapidez, respostas muito precisas.
• Os serviços do Google também operam com IA de diferentes formas, como o Google Tradutor, que por meio da câmera do celular traduz textos de placas e cardápios ou o app Fotos, que reconhece as imagens e faz buscas pelo nome de um objeto ou ação que apareça nas fotos.
• O Spotify e a Netflix, quando sugerem músicas e filmes aos seus usuários, também usam IA para entender e monitorar as preferências e o que pode ter maiores chances de ser consumido ou não.
• A Amazon também faz algo similar utilizando softwares que ajudam a decidir, inclusive, qual o momento ideal para fazer ofertas para cada cliente.
• Além disso, a Inteligência Artificial também está cada vez mais presente na indústria cinematográfica, possibilitando coisas incríveis! Já é possível colocar o rosto de uma pessoa no corpo de outra, sem alterar suas expressões e trejeitos, ou mesmo criar uma multidão de pessoas para uma cena!

E você, como enxerga o avanço da inteligência artificial na atualidade? Deixe nos comentários como essa tecnologia está presente no seu dia a dia.

Mais populares

02/06/2022

Inteligência artificial detecta fake news na internet

Leia mais
13/01/2021

Testamos os recursos tecnológicos do VW Nivus

Leia mais
20/01/2022

Os principais ataques cibernéticos no Brasil em 2021

Leia mais
23/06/2022

FEA/USP promove conferência de ciência e negócios

Leia mais
27/08/2021

Automação doméstica deve crescer 30% no Brasil

Leia mais
break

Notícias Relacionadas