AIoT Brasil BRASIL INTELIGÊNCIA ARTIFICIALE INTERNET DAS COISAS BRASIL

Fechar
A A

Tamanho fonte

Por redação AIoT Brasil

Uma parceria entre a operadora de telefonia TIM e a Getrak, provedora de soluções de conectividade para logística e segurança, resultou no lançamento do primeiro rastreador veicular com tecnologia Narrow Band IoT (NB-IoT). O monitoramento de equipamentos, cargas e veículos será feito pela rede 4G de internet das coisas da TIM, que cobre mais de 3.650 cidades brasileiras.

A TIM informou que o sistema é inédito e já está disponível no mercado, comercializado pela Getrak “com custo mais baixo do que os equipamentos de rastreamento existentes hoje, que atuam principalmente com rede 2G”. A novidade é a utilização do NB-IoT para o rastreamento de equipamentos em movimento, e não apenas para soluções estáticas, como é mais frequente.

Frederico Menegatti, CEO da Getrak, disse que, com a nova tecnologia, a empresa fundada em Belo Horizonte (MG) em 2004 deverá ter um crescimento de receita superior a 200%, em relação ao ano anterior. “O maior desafio foi criar uma solução economicamente viável e aderente ao mercado nacional. Notamos um aquecimento na demanda por soluções 4G e vimos na TIM uma oportunidade de conectividade para o segmento de rastreamento veicular e IoT”, explicou.

O executivo destacou que, com a parceria, o rastreador pode funcionar nas redes 2G e 4G para o atendimento de diferentes setores, entre os quais o agronegócio. “A quarta geração de tecnologia de rede móvel possibilitará levar nossa operação a outro patamar por meio de uma conectividade inteligente e segura. Tudo isso dará mais solidez e acelerará os negócios de nossos clientes, otimizando o volume de dados trafegados e gerando economia e performance”, completou.

Paulo Humberto, diretor de soluções corporativas da TIM, disse que o trabalho com a Getrak é uma amostra da evolução das soluções desenvolvidas pela operadora com seus parceiros: “Temos soluções que habilitam a transformação digital nas empresas, permitindo o avanço da chamada Indústria 4.0 e das aplicações de IoT com segurança, flexibilidade e sustentabilidade”. O rastreador com a tecnologia NB-IoT, segundo a TIM, é o resultado de um ano e meio de desenvolvimento, período em que foi feita uma série de testes comparativos de monitoramento com 2G puro e com a nova solução, que apresentou resultado superior em cobertura e análise de mobilidade.

Dispositivo de IoT poderá ser usado tanto em 2G como em 4G/Divulgação TIM Brasil

Mais populares

09/08/2022

Febraban Tech começa hoje em São Paulo

Leia mais
16/12/2021

Conheça o lado cinza dos marketplaces

Leia mais
13/01/2021

Testamos os recursos tecnológicos do VW Nivus

Leia mais
08/08/2022

Ferramenta com IA mostra zonas de risco para mulheres

Leia mais
08/08/2022

Saiba como lidar com bots com segurança

Leia mais
break

Notícias Relacionadas