AIoT Brasil BRASIL INTELIGÊNCIA ARTIFICIALE INTERNET DAS COISAS

Fechar
#Tecnologia#Agronegócio#E-Commerce#Cases#CasaConectada#Aplicativos#Automóveis#Entretenimento#Saúde#Indústria#Segurança#Vídeos#Wearable#Reviews#Opinião#5G#Telefonia#IA#Games#Privacidade#Educação#Startup#Robótica#IoT#Esporte#Smartphones#SmartCities#Finanças#Meioambiente
A A

Tamanho fonte

*Foto:  Sistema já está sendo utilizado em 37 cidades brasileiras/Reprodução Furukawa Eletric

Por redação AIoT Brasil

A multinacional de origem japonesa Furukawa Eletric desenvolveu um novo sistema de internet das coisas para monitoramento de redes de fibra óptica, a fim de melhorar a qualidade e a disponibilidade do serviço. De acordo com a empresa, essas redes estão cada vez mais complexas, densas e convergentes e suportam uma série de serviços que requerem alta capacidade de transmissão de dados com baixa latência. Por isso, o monitoramento mais eficiente se torna fundamental, o que pode ser obtido com a incorporação de tecnologia de IoT.

Daniel Blanco, gerente de engenharia de inovação da Furukawa, disse que o novo sistema tem o objetivo ajudar a restabelecer o serviço mais rapidamente em caso de falha, por meio da redução do tempo gasto nos processos de notificação e detecção do problema e de diagnose. “Isso se reflete na diminuição de custos operacionais e na melhoria do nível de serviço (SLA)”, afirmou, em comunicado da empresa.

A solução IoT da Furukawa é indicada para operadoras de telecomunicações e prestadores de serviços de internet (ISPs) e inclui sensores, conectividade e software de gestão de rede. “Um dos sensores é colocado na caixa de emenda e mede a potência óptica, o que permite saber em tempo real se houve rompimento ou degradação do sinal da fibra. Outro sensor mede variáveis como temperatura, aceleração e luminosidade, indicando o status do ativo instalado na rua”, explicou Blanco.

Segundo a empresa, as informações dos sensores passam por um gateway e chegam ao software de gestão de rede por meio de conexão wireless padrão LoRaWAN, um link de comunicação de longo alcance e baixo consumo de energia (LPWAN) utilizado em aplicações IoT. O software de gestão automatiza os processos de manutenção e reparo, ao possibilitar a visualização dos dispositivos da rede e do local afetado pelo problema.

“Com a automação, o próprio sistema localiza o técnico mais próximo da região em que a falha foi detectada e abre o chamado para ele, otimizando o SLA. Além disso, o sistema oferece dados estatísticos e analíticos da rede e dos técnicos e um mapa de calor das regiões onde os problemas ocorrem com maior frequência, o que facilita a tomada de decisões sobre, por exemplo, manutenções preventivas”, disse Blanco.

O novo sistema faz parte do portfólio da marca FI²S – Furukawa IoT for Industry System –, lançada neste ano pela empresa. Atualmente, a solução está sendo utilizada por uma operadora de rede neutra, a Phoenix, em 37 cidades brasileiras.

Mais populares

07/04/2021

9 de abril: um dia dedicado à internet das coisas

Leia mais
08/04/2021

Conheça as principais tendências para data & analytics

Leia mais
05/04/2021

Cresce o número de ataques a e-mails baseados em nuvem

Leia mais
08/04/2021

A hora do "tudo como serviço"

Leia mais
06/04/2021

Furukawa lança sistema de IoT que monitora redes ópticas

Leia mais
break

Comentários

Notícias Relacionadas