AIoT Brasil BRASIL INTELIGÊNCIA ARTIFICIALE INTERNET DAS COISAS BRASIL

Fechar
A A

Tamanho fonte

Por redação AIoT Brasil

A inteligência artificial parece não ter sofrido os efeitos danosos do coronavírus. Um estudo feito em setembro pelo grupo de pesquisa e consultoria Gartner, dos Estados Unidos, revelou que 24% das organizações consultadas aumentaram seus investimentos em IA e 42% mantiveram os planos inalterados desde o início da pandemia. Para os próximos meses, 75% dos entrevistados afirmaram que suas companhias vão manter ou implantar novas iniciativas que incorporam IA, à medida que avançarem para a fase de retomada pós-crise.

Foram ouvidos cerca de 200 profissionais de negócios e de tecnologia, que destacaram a retenção de clientes, o crescimento de receita e a otimização de custos como as áreas que concentrarão a maior parte do investimento em inteligência artificial. Cerca de 80% dos entrevistados disseram que suas empresas estavam testando projetos de IA, mas apenas 21% afirmaram ter iniciativas já em fase de implantação.

“O investimento das empresas em IA continuou inabalável, apesar da crise”, disse Frances Karamouzis, vice-presidente de pesquisa do Gartner. “No entanto, a dificuldade mais significativa para pôr em prática as iniciativas de IA é a incapacidade de muitas organizações de conectar esses investimentos à normalização da atividade econômica”, acrescentou.

Porém, segundo o Gartner, o reduzido avanço das empresas na operacionalização da IA não pode ser atribuído, necessariamente, à falta de profissionais capacitados. Outra pesquisa feita pela consultoria em novembro e dezembro de 2019, com 607 líderes de TI, mostrou que apenas 7% dos entrevistados indicaram que habilidades limitadas em IA são uma barreira para a implementação desse tipo de tecnologia. No topo da lista de problemas estavam as preocupações com segurança e privacidade e a dificuldade em integrar a IA à infraestrutura existente.

“A falta de talento em IA é um mito. O maior equívoco no trabalho de incorporar com sucesso a IA é a busca por ‘unicórnios’, ou seja, a combinação perfeita de inteligência artificial, negócios e habilidades em TI em um único profissional ou recurso”, disse Erick Brethenoux, vice-presidente de pesquisa do Gartner. Como essa combinação ideal é impossível, segundo Brethenoux , os líderes devem se concentrar em reunir uma equipe que tenha um conjunto equilibrado de conhecimentos, com as habilidades necessárias para obter os melhores resultados.

Mais populares

02/06/2022

Inteligência artificial detecta fake news na internet

Leia mais
13/01/2021

Testamos os recursos tecnológicos do VW Nivus

Leia mais
20/01/2022

Os principais ataques cibernéticos no Brasil em 2021

Leia mais
23/06/2022

FEA/USP promove conferência de ciência e negócios

Leia mais
27/08/2021

Automação doméstica deve crescer 30% no Brasil

Leia mais
break

Notícias Relacionadas