AIoT Brasil BRASIL INTELIGÊNCIA ARTIFICIALE INTERNET DAS COISAS BRASIL

Fechar
A A

Tamanho fonte

Por redação AIoT Brasil

Em um evento online transmitido de Santa Clara, na Califórnia, a Nvidia anunciou hoje, 22 de março, várias atualizações em sua plataforma de computação Nvidia AI com arquitetura Hopper, um conjunto de software para alavancar cargas de trabalho como sistemas de voz e recomendação, inferência de hiperescala e mais um conjunto de recursos já adotado por empresas como Amazon, Microsoft, Snap e NTT Communications. A Conferência GTC foi aberta por Jensen Huang, fundador e CEO da companhia, que apresentou as novidades como mais um avanço na transformação digital e um passo importante para “a solução dos grandes desafios do nosso tempo”.

A nova arquitetura da Nvidia H100 é a sucessora da Ampere, lançada há dois anos, e tem uma GPU com 80 bilhões de transístores e recursos inovadores como o engine Transformer e a interconexão Nvidia NVLink dimensionável para o avanço de gigantescos modelos de linguagem de IA, sistemas de recomendação profundos, genômica e digital twins (gêmeos digitais) complexos.

Huang: próxima onda da inteligência artificial

Outra novidade apresentada na conferência foi o programa Nvidia AI Accelerated, que melhora o desempenho e a confiabilidade dos aplicativos de inteligência artificial desenvolvidos pelos seus parceiros de software e soluções. O programa aumenta a visibilidade de uma ampla gama de aplicativos acelerados por IA, para permitir que os clientes corporativos utilizem a plataforma Nvidia AI com mais confiança.

“As empresas estão refinando seus dados e transformando os softwares de IA em fabricantes de inteligência”, disse Huang, que se apresentou em um ambiente virtual com simulação 3D na plataforma Nvidia Omniverse. Segundo o executivo, hoje a IA já está “correndo em todas as direções” e tudo isso será reunido pela Omniverse para acelerar a colaboração entre pessoas e máquinas e dispositivos inteligentes, a fim de modelar e entender melhor o mundo real e servir como um campo de provas para novos tipos de robôs, “a próxima onda de IA”.

A Conferência GTC reune desenvolvedores, cientistas e pesquisadores e registrou, segundo a Nvidia, mais de 200 mil participantes cadastrados e 1.600 palestrantes de empresas como American Express, DoorDash, LinkedIn, Pinterest, Salesforce, ServiceNow, Snap e Visa. “Os cientistas preveem, por exemplo, que um supercomputador 1 bilhão de vezes mais potente do que os de hoje será necessário para simular efetivamente as mudanças climáticas no mundo. A Nvidia vai enfrentar esse grande desafio com o nosso Earth-2, o primeiro supercomputador digital twin de IA, e inventar novas tecnologias de IA e computação antes que seja tarde demais”, disse Huang.

Clique aqui para saber mais detalhes da GPU Nvidia H100 e das outras novidades anunciadas pela empresa na GTC 2022.

Mais populares

02/06/2022

Inteligência artificial detecta fake news na internet

Leia mais
27/08/2021

Automação doméstica deve crescer 30% no Brasil

Leia mais
13/01/2021

Testamos os recursos tecnológicos do VW Nivus

Leia mais
28/06/2022

Que tal pagar o cafezinho com criptomoeda?

Leia mais
27/06/2022

Como os brasileiros veem as tecnologias wearable

Leia mais
break

Notícias Relacionadas