AIoT Brasil BRASIL INTELIGÊNCIA ARTIFICIALE INTERNET DAS COISAS BRASIL

Fechar
A A

Tamanho fonte

* Foto: A assistente virtual Sophie/Divulgação Stefanini

Por redação AIoT Brasil

A Stefanini, multinacional brasileira de soluções digitais, decidiu dar novas atribuições a Sophie. Em outubro, a empresa anunciou que a assistente virtual criada para esclarecer dúvidas relacionadas à covid-19 passou a ser utilizada também em outras funções, entre as quais o apoio à área de recursos humanos, para identificar talentos e iniciar o processo de seleção de novos profissionais.

A plataforma de inteligência artificial surgiu no início da pandemia do coronavírus, inicialmente como uma solução oferecida gratuitamente a empresas, organizações e órgãos públicos nas regiões onde a Stefanini atua – América Latina, Ásia, Europa e Estados Unidos. Utilizado em websites e intranets de clientes em várias partes do mundo, o chatbot foi desenvolvido internamente, com tecnologia da própria Stefanini.

“Com o aumento da demanda e o feedback positivo das organizações que usaram a Sophie para esclarecer dúvidas sobre o coronavírus, decidimos que era o momento de ampliar sua atuação dentro da própria Stefanini”, explicou Alexandre Vomero, chefe de BPO, automação e RPA da empresa. “Além de auxiliar nos processos de recrutamento e seleção 100% digitais, a assistente virtual será mais um canal de interação da empresa com o mercado.”

Vomero liderou a equipe que, ao longo de um mês, mapeou as informações do site da empresa e treinou a assistente virtual para responder questões relacionadas às áreas envolvidas. Assim, Sophie tornou-se capaz de falar de produtos, características de serviços, novas soluções e dados das cerca de 20 empresas do grupo, de maneira intuitiva.

Atualmente, a Stefanini utiliza Sophie em um programa que identifica e contrata profissionais para atuar em projetos nacionais e internacionais. A assistente faz os primeiros contatos com os candidatos e responde questões durante o processo seletivo. Depois, direciona os profissionais aos motores de matching da ferramenta, que avalia as competências necessárias e indica o melhor perfil para a vaga.

A plataforma foi projetada com um conjunto original de algoritmos de inteligência artificial que substitui o atendimento humano, com base em scripts por automação, com recursos de processamento de voz, texto e autoaprendizado. “O treinamento da Sophie será permanente. Trabalhamos com um conteúdo inicial, mas podemos enriquecê-lo com novas informações institucionais e aprimorar a interação a partir da própria dinâmica e experiência dos usuários”, explicou Helton Brito Ribeiro, coordenador de projetos de automação e BPO da Stefanini.

Mais populares

02/06/2022

Inteligência artificial detecta fake news na internet

Leia mais
27/08/2021

Automação doméstica deve crescer 30% no Brasil

Leia mais
13/01/2021

Testamos os recursos tecnológicos do VW Nivus

Leia mais
28/06/2022

Que tal pagar o cafezinho com criptomoeda?

Leia mais
27/06/2022

Como os brasileiros veem as tecnologias wearable

Leia mais
break

Notícias Relacionadas